Você já deve ter assistido um filme do famoso ator hollywoodiano Chevy Chase, nas famosas “Férias Frustradas”. Malas que se extraviam, torcer o pé aprendendo a patinar no gelo, ser picado por uma cobra enquanto você desbrava alguma área deserta ou simplesmente ter uma viagem perfeita. Esses são seus riscos quando você sai de viagem. A menos que você tenha uma bola de cristal ou algum outro poder divinatório, fazer um seguro viagem evitará todas as dores de cabeça acima e outras bem mais graves.

O seguro viagem é item opcional para viagens nacionais, mas no caso de viagens internacionais não funciona bem assim. Países europeus que assinaram o Tratado de Schengen exigem o seguro viagem com um valor mínimo para que você possa entrar no território do país desejado. França, Irlanda e Alemanha são alguns desses países.

Há vários tipos de seguro viagem que cobrem diversos períodos e diversos itens, além de diversas seguradoras. Analise o local para onde você pretende ir e analise os tipos de seguro que irá precisar. Por exemplo, se vai para o meio da selva, como no exemplo citado, patinar no gelo ou pretende realizar qualquer atividade que possa de alguma maneira colocar em risco a sua saúde, é imprescindível a cobertura de despesas médicas, principalmente em viagens ao exterior, já que uma simples consulta médica pode causar um belo prejuízo financeiro sem a cobertura do seguro viagem. Perder documentos, passagens, passaporte ou mesmo ter as malas extraviadas dão arrepios, mas o dano pode ser menor se esses itens forem cobertos pelo seguro. Esportes radicais exigem um tipo de seguro específico e são naturalmente mais caros.

Tendo o planejamento da viagem em mãos, você pode pesquisar o seguro viagem com a sua agência de turismo, ou consultar os diversos planos e preços de diversas seguradoras na internet.

Vale lembrar que alguns cartões de crédito internacionais também oferecem seguro viagem, muitas vezes gratuitamente. Verifique no website da operadora do seu cartão de crédito. Alguns seguros de saúde no Brasil oferecem cobertura também no exterior, vale a pena consultar seu plano e verificar se existe essa possibilidade.

No entanto, se você fez as malas, planejou toda a viagem e está agora no aeroporto lendo esse artigo, ainda dá tempo de correr para o balcão e fazer um seguro viagem. Mas é claro, isto só mesmo para os mais desavisados.

Então para que você possa ter uma viagem tranquila, possa aprender a patinar, fazer canoagem, ou simplesmente passar mal por alguns dias por tomar uma água diferente da que está acostumado – o que costuma causar um certo desconforto intestinal em viajantes mais sensíveis – garanta sua viagem e sua diversão com um seguro viagem. É barato, esperamos que seja um gasto desnecessário, mas será um gasto que lhe trará a tranquilidade necessária para que você se aventure sem medo.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

apagar formulárioEnviar